Coleção Táxis do Mundo

Ao longo de 14 semanas, com o “JN” ou “O Jogo” de domingo, os leitores podem colecionar miniaturas de táxis de várias cidades do mundo.

Todos os domingo os leitores do JN e d´O Jogo terão à disposição a coleção de 14 miniaturas de “Táxis do Mundo”. Por mais 7,95€ podem adquirir réplicas dos modelos mais emblemáticos das cidades de Londres, Nova Iorque, Berlim, Cidade do México, Havana, Porto, Roma, Tóquio, Barcelona, Estocolmo, Amesterdão, Basileia, Paris e Montevideo. São 14 reproduções detalhadas, à escala de 1:36:38, em metal, com sistema “pull back & go action”. A primeira entrega, táxi de Londres teve um preço promocional de 3,95€.

Utilizado em todos os países, o táxi assume uma identidade própria e traços originais de cada cultura, recuando a sua origem até ao princípio da civilização. Os primeiros transportes de pessoas nas grandes cidades eram feitos em carros de duas rodas puxados por um homem – “riquexó” – ou, como na Roma antiga, em liteiras carregadas por dois ou quatro escravos que levavam quem os solicitasse mediante um valor acordado com o amo. Na Idade Média surgiram as carruagens de tração animal, que foram sendo aprimoradas com o passar do tempo, até que em 1896, na cidade alemã de Estugarda, Friedrich Greiner encomendou uma carruagem Victoria, equipada com motor e taxímetro. E, assim nascia o primeiro táxi.