Breakvertising, o novo formato publicitário

Breakvertising o novo formato publicitário

A nova moda dos telespectadores, ou seja a TV em diferido, é, hoje em dia, uma dos maiores problemas para os anunciantes. É que cada vez mais os programas não são vistos quando são transmitidos, mais mais tarde, o que leva quem a vê a saltar os espaços publicitários das televisões.

Perante este novo desafio, a These Days, uma agência de comunicação de Antuérpia (Bélgica), e ao que parece está em condições de apresentar uma solução, com um novo formato de publicidade, o “breakvertising”. Uma solução que poderá resolver o problema das audiências diferidas.

Graças ao “breakvertising”, quando o espectador pressiona o botão de pausa no seu controle remoto será exibida uma imagem na TV que não é mais do que um anúncio estático e que tem a capacidade de impactar o telespectador, uma vez que se trata de um formato que hoje ao tradicional da publicidade televisiva.

“Queríamos aproveitar a pausa dos telespectadores de uma forma divertida e não particularmente irritante. Ao colocarem determinado programa em pausa, pelas mais variadas razões, passam a ver uma imagem que promove determinado produto ou serviço, oferecendo, desta forma, aos anunciantes a possibilidade de interagir com os telespectadores naquele momento “, afirmou Gertjan De Smet, diretor de arte da These Days e co-autor deste formato inovador de publicidade.

Caso o telespectador se sinta incomodado com determinado anúncio, considerando-o tão ou mais irritante do que os spots de TV clássicos, terá sempre a possibilidade de desativá-lo, através da sua box de televisão.

O “Breakvertising” é uma ideia que tem suas raízes não apenas na agência These Days, mas também na Telenet, o que garantirá o apoio técnico necessário ao produto, e nos canais de televisão do grupo SBS, que utilizarão a sua base comercial para incentivar os anunciantes a participarem no projeto. O objectivo é que este conceito de publicidade fique disponível a curto prazo para qualquer canal, distribuidor ou provedor de telecomunicações.