Entrevista com Paulo Antunes – Loja do Condomínio

Paulo Antunes da Loja do Condomínio

Com um crescimento sustentável, a Loja do Condomínio assume-se como uma empresa que presta um serviço cada vez mais indispensável. As mais de 70 lojas são prova disso mesmo e o garante de uma ambição contínua: continuar a abrir espaços comerciais tanto em território nacional e internacional.

 

A Loja do Condomínio acaba de divulgar os resultados obtidos no último mês. Tendo em conta o estado atual do pais e das dificuldades, estes são resultados animadores?

Os resultados são bastante animadores. Apesar da conjuntura económica do país, a Loja do Condomínio tem apresentado sempre resultados bastante positivos. Em especial, nos últimos 12 meses, em que verificámos um aumento da procura, por parte do mercado. O que nos permitiu reforçar a nossa carteira de clientes e, ao mesmo tempo, o nível do serviço prestado.

 

Como se consegue chegar a estes números?

Estes números só são possíveis, graças a um crescimento consistente, verificado nas nossas 70 lojas. São as lojas o veículo de proximidade, que nos permite chegar a mais clientes e atuar numa ótica de serviço acrescentado.

 

Com mais de 10 anos de história e um crescimento assinalável, vê a Ldc como prestadora de um serviço indispensável?

A administração de condomínios tem, cada vez mais, um papel indispensável na vida dos edifícios. O parque edificado português está envelhecido e carece de um maior nível de atenção na sua manutenção e preservação. Esse tipo de cuidado é dificilmente garantido fora da gestão profissional. Existe ainda, uma necessidade premente de garantir a cobrança das quotas de condomínio de forma eficaz. O sucesso desta cobrança é essencial à capacidade de alocação dos recursos necessários a uma boa gestão do condomínio. É o investimento de cada condómino, que permite a manutenção da habitabilidade dos edifícios e, também, as condições de valorização de cada fração.

 

Sabemos que a inovação ao nível dos serviços é sempre muito mais difícil do que em produto, por exemplo. Ainda assim a Ldc tem apresentado ideias diferenciadoras. É um dos desafios constantes dentro da empresa?

Na Loja do Condomínio, acreditamos que a inovação é responsável pela nossa posição líder no mercado e, como tal, uma obrigação para com os consumidores.

Os nossos serviços apresentam um conjunto de soluções únicas, no sector, que permitem uma capacidade de resposta otimizada, às reais necessidades dos nossos clientes.

 

Em termos de futuro, por onde vai passar o crescimento da Ldc?

A estratégia de futuro da LDC assenta no aumento do número de lojas, quer a nível nacional, quer a nível internacional. No plano nacional, ambicionamos chegar a algumas zonas do país onde ainda não estamos presentes, bem como pretendemos reforçar a nossa presença nas zonas metropolitanas das grandes cidades. Já no plano internacional, a LDC está presente em Espanha e no Brasil, sendo vontade da empresa expandir para outros mercados.

 

Quais são os grandes desafios da Ldc?

Os grandes desafios da LDC são manter uma estratégia consistente de inovação e continuar a melhorar a qualidade do serviço. Somos líderes de mercado há 13 anos, mas a vontade de ultrapassarmos sempre os nossos limites mantem-se.

 

E falando de comunicação e marketing, prevêem-se campanhas de ativação de marca?

A LDC tem por hábito, a realização de uma campanha de ativação de marca, no primeiro trimestre de cada ano, e 2016, não será diferente. Temos ainda uma presença regular nos meios online, que inclui também as redes sociais, de forma a mantermos a comunicação com o consumidor, durante todo o ano.