Manuela Botelho – Secretária Geral da APAN

Manuela Botelho da APAN

www.premioseficacia.org

 

Estamos a entrar na reta final dos Prémios à Eficácia 2015 e quase a um mês de conhecer os grandes vencedores. Esta é uma iniciativa de que a APAN muito se orgulha pela relevância e prestígio que assume já em toda a indústria da comunicação.

Organizados em parceria com o Grupo Consultores, os Prémios à Eficácia tornaram-se num benchmark de boas práticas na comunicação de marketing em Portugal, valorizando o trabalho conjunto dos anunciantes e dos seus parceiros em benefício das marcas e do negócio.

Não temos dúvidas que o caminho seguro que trilhámos ao longo destes 11 anos de existência, assente na exigência e no critério, permite-nos posicionar como símbolo de reconhecimento da eficácia em comunicação, e como reflexo do bom trabalho dos profissionais portugueses.

Este ano, deparamo-nos com um número de candidaturas que reflete a excelência desta iniciativa: registámos o maior número de inscrições (112, um crescimento de 28% face a 2014), e temos o maior número de finalistas de sempre (86 casos). Temos, também, uma nova categoria, «Envolvimento de Comunidades», que surge como resposta a uma tendência de mercado e que se tornou incontornável.

A criação de novas categorias que acompanhem as tendências de comunicação, num contexto cada vez mais complexo, tem sido uma preocupação da organização ao longo dos anos, acima de tudo com o propósito de reconhecer a excelência da comunicação nas suas diferentes vertentes, e com todas as novas plataformas que existem hoje à disposição das marcas.

Este posicionamento reforça o objetivo maior destes Prémios, que colocam na eficácia um elemento estrutural da comunicação, tão mais relevante quanto a necessidade das marcas e das organizações de conseguirem, hoje, fazer melhor. De chegarem aos seus consumidores e acima de tudo de se relacionarem e de estarem próximos deles.

Estamos muito satisfeitos com os resultados e com a dimensão que esta iniciativa tem hoje em Portugal e aquilo que representa para os profissionais desta indústria, que temos conseguido mobilizar crescentemente.

Nesta edição temos uma grande diversidade de casos, que demonstram o impacto da eficácia num conjunto vasto de setores de atividade. Da mesma forma, a competição tem sido cada vez mais intensa, porque com mais qualidade e com mais inovação. As marcas estão empenhadas em mostrar o seu trabalho e fazem-no demonstrando a eficácia das suas campanhas. Por tudo isto, a tarefa do júri tem sido, ano após ano, mais complexa e desafiante.

A 19 de novembro, na gala de entrega de Prémios, serão conhecidos os vencedores, um momento que aguardamos com grande expetativa e entusiasmo. Contamos com a presença de todos para assistir a mais um momento único, de festa e de consagração do que de melhor se faz em Portugal em comunicação comercial.