Prémios à Eficácia revelam 86 finalistas

Prémios Eficácia revelados

 

O júri da 11ª edição dos Prémios à Eficácia, liderado por João Araújo, revelou a lista dos 86 casos nomeados nas 14 categorias a concurso. Trata-se do maior número de sempre de casos finalistas registado em todas as edições dos Prémios.

 

Dos 112 casos inscritos, o júri selecionou 86 que competem agora pelo Grande Prémio à Eficácia da Comunicação. Este número, que reflete o crescimento constante da iniciativa em Portugal e no setor, é motivo de orgulho para a organização. Para a Associação Portuguesa de Anunciantes (APAN) e para o Grupo Consultores, a competição este ano é particularmente aguerrida: “ A qualidade dos casos continua a destacar-se, e a crescer de ano para ano. A inovação das campanhas e a ousadia das marcas é algo que, sem dúvida, caracteriza esta edição dos Prémios, e que não facilitou o trabalho do júri.”

 

Ao anunciar os nomeados, aumentam também as expetativas para a Gala, marcada para 19 de novembro: “Estamos muito entusiasmados. À semelhança dos anos anteriores, o número crescente de casos a concurso e a qualidade que tem acompanhado esse crescimento, deixa-nos confiantes de que teremos uma gala ao mais alto nível, mas também expectantes em relação aos resultados”, afirma Manuela Botelho, secretária-geral da APAN.

 

A categoria mais disputada é “Envolvimento de Comunidades” – a novidade deste ano –, com 15 casos finalistas a concorrer pelos galardões de Ouro, Prata e Bronze. Logo depois está a categoria “Alimentação e Bebidas” com oito casos nomeados, seguindo-se “Distribuição e Restauração”, “Internacionalização”, “Comunicação Institucional” e “Responsabilidade Social”, cada uma com sete campanhas em competição. Pela primeira vez na história dos Prémios à Eficácia, chegam à fase final da corrida pela eficácia mais de 80 campanhas de comunicação, envolvendo mais de 45 marcas.

 

A promessa de um grande evento está subjacente ao nível de exigência e de rigor que caracteriza desde sempre esta iniciativa: “Temos todos os ingredientes para concretizar uma grande gala. Conseguimos uma adesão dos anunciantes e das agências como em nenhum ano anterior, temos uma grande qualidade e diversidade de casos, que demonstra o impacto da eficácia num conjunto vasto de setores de atividade.” Os responsáveis sublinham ainda o voto de confiança do setor: “Temos conseguido mobilizar e estimular a indústria, e é muito bom saber que os Prémios à Eficácia continuam, ano após ano, a ser uma iniciativa com a qual se identificam e através da qual veem o seu trabalho valorizado e reconhecido.”

 

A Gala da Eficácia realiza-se a 19 de novembro, na Reitoria da Universidade Nova de Lisboa, data em que serão anunciados os grandes vencedores dos prémios Ouro, Prata e Bronze em cada categoria, assim como o Grande Prémio à Eficácia do ano. À semelhança do que já acontece desde 2011, serão também atribuídos os prémios de Agência Criativa do Ano e de Agência de Meios do Ano, com base no seu desempenho em eficácia.

 

A lista completa dos nomeados aos galardões está disponível em www.premioseficacia.org.