6 tendências para o comércio eletrónico em 2016

Comércio eletrónico

O próximo ano é apontado como o ano crucial para o comércio eletrónico. De acordo com um relatório da Forrester, os consumidores vão gastar mais de 300 mil milhões de euros em compras ao longo do ano de 2016. Aqui ficam as 6 principais tendências para o próximo ano.

  1. Compras Mobile
    O comportamento do utilizador mudou, substituindo o computador por smartphones. Este é o ponto de partida para que a loja online deva ter um design apropriado para dispositivos mobile e opções adequadas ao controlo tátil que permitam uma experiência de compra muito mais enriquecedora e facilitadora para o consumidor e que levem ao sucesso do comércio eletrónico.
  2. Melhorias significativas no envio das mercadorias
    Cada vez mais os consumidores querem imediatismo, o mesmo significa exigirem cada vez mais as entregas das compras feitas online no mesmo dia. Este formato já está a ser implementado pela grande distribuição.
  3. Omnicanalidade como experiência de compra
    Os clientes omnicanal tendem a comprar mais frequentemente e gastam quase quatro vezes mais que os utilizadores que só estão num único canal. Isto significa que mesmo que os seus clientes não comprem através dos seus computadores, muitos fazem-no nos seus dispositivos móveis ou tablets . Esta é a principal razão pela qual o e-commerce tem de ser flexível e adaptado à visualização em multidispositivo.
  4. O conteúdo “desejável”
    Partilhe com os seus clientes conteúdo personalizado. O consumidor sentir-se-á muito mais valorizado desta maneira o que vai afectar o seu comportamento, ficando muito mais tempo na sua loja online.
  5. Vendas “flash”
    As vendas flash tornaram-se prática comum no ecommerce, gerando entusiasmo sobre os seus utilizadores, especialmente durante horários de pico.
  6. Os dados analíticos e algoritmos
    Um dos principais desafios que temos pela frente nas lojas online é a segmentação de clientes e identificação com base nos seus padrões de histórico da compra. Nesta luta incessante, os algoritmos podem dar grande ajuda.