Vai entrar em 2016 com o pé direito?

Marta Gonçalves

ARTIGO DE OPINIÃO COM: MARTA GONÇALVES Managing Partner Say U Consulting

 

Cabe-me me a mim encerrar o ano de 2015 aqui na Buzzmedia. O final do ano é um período em que o conceito de comunidade se torna mais presente. Toda a cultura e a celebração habitual em torno desta data nos levam a isso, com a referência tantas vezes repetida à necessidade de olhar o contexto que nos envolve e o nosso espaço no mesmo. Mesmo que esta reflexão não seja algo de muito sério, poucos de nós conseguem passar por esta data sem pensar no que poderíamos ter feito de diferente no relacionamento com o que nos rodeia e se lhe demos a atenção devida.

Esta é uma reflexão não apenas sobre o nosso percurso pessoal ou profissional, mas naquilo que nos liga a um contexto mais alargado, que nos liga aos outros e ao nosso lugar na comunidade da qual fazemos parte. Por muito que esta canse por ser tão esperada este mês, em que todos se parecem recordar de preocupações que se encontram ausentes durante o resto do ano, podemos tentar enquadrar todo este ambiente de forma inteligente e positiva. Pensar que espaço ocupamos só pode ser algo benéfico, certo?

A minha ligação a estas questões encontra-se sempre muito presente, não só no Natal, mas ao longo de todo o ano. Os projetos que desenvolvo no decorrer da minha atividade profissional, por muito distintos que possam ser, constituem sempre a oportunidade para pensar e implementar a Comunicação de forma mais abrangente. E sabemos que podemos ir buscar inspiração a esta ligação ao ambiente do qual fazemos parte numa multiplicidade de sectores e de formas de compreender o mundo de hoje.

Exemplo é o apoio à Campanha da Médicos do Mundo, ”Somos Todos Visíveis”. Com uma primeira ação já calendarizada para esta estratégia de promoção, a Médicos do Mundo junta no dia 23 de março vários artistas portugueses num Concerto Solidário no Teatro Tivoli em Lisboa. Este evento traduz-se num oportunidade ímpar para ajudar esta ONG a angariar os fundos necessários para continuar a promover o acesso gratuito à saúde das populações vulneráveis e o combate à sua discriminação, através de prestação de cuidados de saúde, ações de consciencialização, formação e capacitação de pessoas e instituições.

Mesmo que a sua ligação à sua comunidade e aos intervenientes que se movimentam na mesma ou simplesmente ao público em geral não esteja tão presente, pensar de que modo é que estes podem impactar os objetivos operacionais de uma organização, os resultados de um projeto ou as responsabilidades de uma função torna-se enriquecedor. Esta ligação à sua comunidade pode ser o primeiro passo numa perspetiva de desenvolvimento de parcerias, motivação da sua equipa e notoriedade acrescida, que traga a 2016 novas ideias e oportunidades.

A reter que, segundo um estudo recente de uma das empesas do Omnicom Group, cerca de 70% dos millennials preferem consumir marcas que apoiem causas sociais e que o marketing de responsabilidade social é a ferramenta mais eficaz na captação desta tipologia de consumidores.

Sabe qual é o espaço que ocupa e como o aproveitar? O Apoio ao Concerto de Ano Novo da Médicos do Mundo Portugal é uma boa oportunidade para entrar nesta tendência com o pé direito.

Votos de um ano de 2016 repleto de sucesso profissional e pessoal.