Os 4 caminhos da BBC para o sucesso

BBC World Service

O BBC World Service quer aumentar a sua audiência global semanal até alcançar os 500 milhões de pessoas até 2022. Um objetivo ambicioso que, ainda assim, não hesitaram em anunciar.

Como parte de um projeto que procura compensar as perdas do negocio global de informação, a BBC, que tem uma audiência global de cerca de 308 milhões de pessoas, está a conseguir explorar as vantagens oferecidas pela tecnologia para aumentar a sua audiência.

Apresentamos agora as quatro caminhos tecnológicos que, segundo o site Digiday, a BBC está a seguir para impulsionar o crescimento:

  1. Utilizar a inteligência artificial para encontrar novos públicos para a sua própria produção de conteúdo:

Doctor Who e Sherlock Holmes são os dois pesos pesados ​​do catálogo de conteúdo de produção da BBC que têm maior sucesso internacional. Na verdade, grande parte da faturação do grupo vem das vendas de Blu-ray e DVD das respectivas temporadas, bem como dos direitos de transmissão noutros países.

Então, para fazer crescer o seu público e manter o seu lugar no mercado competitivo da série, a está a testar a inteligência artificial com a Parrot Analytics, que usa a ciência de dados e inteligência artificial para medir a procura global de programas de TV.

  1. Voz Off gerada por máquinas para notícias em vídeo “poliglotas”

A BBC está a fazer experiências com a substituição de Voz Off feita por pessoas por dobragens geradas por máquinas, especialmente em mercados estrangeiros, como na versão japonesa do seu, num projecto-piloto que arrancou em outubro, ou no site russo, que arrancará em 2016.

A Voz Off é gravada em inglês, sendo que esta narração passa depois passada por uma série de ferramentas de tradução, como o Google, sendo corrigida por jornalistas de cada país. No final são gravadas através de um sintetizador de voz e adicionadas aos vídeos.

Enquanto os jornalistas continuam a ser a chave para assegurar que a tradução não soa a linguagem robótica e seja correta, para James Mongotmery, diretor de desenvolvimento da BBC New digital, este processo irá libertar os jornalistas ao nível de trabalho para que se possam concentrar em mais notícias e reportagens originais.

  1. Personalização de notícias globais

As marcas não são as únicas que procuram personalização para impactar mais e melhor sobre os consumidores. A BBC também está a testar novas formas de adicionar personalização nas suas notícias, e há alguns meses criou o site Your Story, no qual os utilizadores podem visualizar um calendário com os eventos mundiais mais importantes que aconteceram desde que nasceu. Por enquanto está disponível, além de Inglês, em Espanhol, Russo e Português (Brasil), três dos maiores mercados internacionais para a BBC.

Além disso, a BBC actualizou a sua app mobile para permitir que os utilizadores personalizem os seus feeds de notícias de acordo com o seu país e os seus temas de interesse. Através da app pode ainda aceder-se a toda a gama de imagens, vídeos e áudios da empresa pela primeira vez.

  1. Apps de mensagens

A BBC, ciente de que cada vez que os utilizadores passam mais tempo com apps de mensagens, deu o salto para aplicações como Viber e Line.