Entrevista com António Archer – Administrador Throttleman

Throttleman

Aí está a nova Throttleman! O grupo têxtil português Crivedi e a sociedade gestora de capital de risco Explorer Investiments anunciam a compra e o relançamento da marca Throttleman no mercado. A operação resulta de um investimento de 1,5 milhões de euros na marca portuguesa de vestuário, que acaba de abrir duas novas lojas próprias, em Lisboa e no Porto, e prevê a abertura de seis novas a médio prazo, como explicou, em entrevista à Buzzmedia, António Archer.

 

Com este relançamento da marca Throttleman, o que vai mudar na própria marca, do ponto de vista de ponto de venda e de linha de vestuário? 

Desenvolvemos um novo conceito de loja que já está presente no Almada Forum e no Mar Shopping, e está a ser aplicado às restantes lojas. O relançamento conta também com uma aposta a nível digital, com um novo site, redes sociais e uma loja online que está prevista para fevereiro de 2016. Temos uma nova equipa de design que assegura as principais mudanças para este relançamento.

Ao nível do vestuário, temos uma linha para toda a família, alicerçada no espírito “Fun & Informal Care”. O nosso novo conceito assenta numa personalidade descontraída mas cuidada e com atitude, que combina a maneira de ser informal com um estilo de vida otimista e uma imagem distinta.

 

Qual vai ser a estratégia da marca num mercado que é muito competitivo? 

A estratégia de relançamento da Throttleman em Portugal passa por alargar o número de lojas próprias e franquiadas, estando prevista a abertura de mais seis lojas nos próximos dois anos em centros comerciais de referência nas zonas de Grande Lisboa, Braga, Algarve e Madeira. Queremos aumentar o número de pontos de venda multimarca, iniciar as vendas online e atingir um volume de vendas de cinco milhões de euros em 2016.

 

Que diferenças os clientes da marca e os potenciais vão poder encontrar? 

A Throttleman, mantendo o seu segmento de mercado, surge agora como uma marcar mais atual, adaptada aos tempos em que vivemos. É uma marca com roupa para o dia-a-dia, para pessoas que gostam de vestir com imaginação e liberdade sem esquecer a fantasia e a diversão. Mantém-se fiel à qualidade e carisma de uma marca para a família. Estamos a falar de uma marca de lifestyle com uma linha funny muito destacada.

 

A internacionalização da marca é um objetivo ou para já o foco é o mercado português? 

O primeiro foco é o mercado português através das lojas próprias e expansão ativa da multimarca. No entanto estamos atentos a oportunidades de internacionalização.

 

Com 18 lojas atualmente, qual é a previsão de aberturas para 2016? 

Prevemos abrir duas novas lojas no segundo semestre de 2016 e mais quatro no ano de 2017.

 

O digital e o ecommerce vão ser apostas? E para quando? 

Uma marca como a Throttleman não se pode afirmar sem o e-commerce. Está neste momento em fase de desenvolvimento uma loja online que irá arrancar em fevereiro de 2016.

 

Veja aqui o making of da Throttleman:

[jwplayer mediaid=”12166″]