Cristina Amaro, diretora e apresentadora Imagens de Marca

Cristina Amaro, Imagens de Marca

Foi a 31 de janeiro de 2004 que o Imagens de Marca se mostrou pela primeira vez na antena da Sic Notícias. Desde então trilhou um percurso de sucesso na televisão portuguesa, com 12 anos de emissões. Cristina Amaro é a grande responsável do Imagens de Marca e a cara do programa que continuará a apresentar, como revelou à Buzzmedia.

 

Se há casos de sucesso de longevidade de programas na TV portuguesa, o Imagens de Marca é um deles. É um orgulho olhar para estes 12 anos de televisão?

É um enorme orgulho! Impensável quando começámos este projeto mas sempre muito desejável ao longo dos anos. Ano após ano fomos renovando, reinvestindo, reinventando e o resultado é um novo programa, 12 anos depois.

 

Quando em 2004 estreou aquela que foi a primeira séria do Imagens de Marca, alguma vez lhe imaginou estar 12 anos à frente do programa?

Confesso que nunca pensei ser fácil, em muitos momentos até que nunca seria possível, mas cheguei a um ponto que deixei de pensar nisso e passei somente a pensar no que faz sentido acontecer a cada momento. Este programa continua a ser muito apreciado pelo público, cada vez conquista mais gente dentro e fora da TV, e isso acaba por se refletir também na minha ligação ao Imagens de Marca. Nunca imaginei, isso não, estar 12 anos no écran, ligada a este projeto…mas o que é certo é que continuo a adorar esta ligação e para já não faz sentido deixar de estar à frente quer na direção, quer na imagem.

 

A que se deve este sucesso, no seu entender?

O sucesso deve-se, em primeiro lugar, a uma equipa apaixonada pelo que faz. Somente com pessoas de qualidade extrema se pode chegar onde chegámos. Depois com a união. Sem esse espírito nada do que fizemos e construímos teria sido possível. Também à minha enorme persistência e otimismo para vencer os momentos mais difíceis….que são muitos para um projeto que vive de apoios do mercado…e por último, mas não menos importante, deve-se à continua capacidade de inovar. Em 12 anos este programa teve muitas novidades, todos os anos fizemos e continuamos a fazer coisas diferentes…trazemos relevância, qualidade e inovação à antena da SIC notícias e às plataformas digitais em cada ano que passa…Nunca nos deixámos adormecer nem envaidecer com o nosso próprio sucesso. Sempre tivemos muita certeza que tínhamos de fazer mais e melhor para vencer e valorizar esta marca. Acho que o estamos a conseguir fazer, quer na SIC Notícias quer cada vez mais fora do espaço televisivo onde podemos continuar a crescer. O tempo de televisão é muito curto para os nossos conteúdos e por isso o second screen é cada vez uma realidade mais presente na nossa estratégia de crescimento. Mas a nossa essência é a imagem e é na TV que queremos estar como meio principal da nossa mensagem. Até porque é esse que nos permite aumentar a emoção de ver um programa como o nosso. Estamos mais interessantes, adultos e irreverentes, dinâmicos e apelativos do alguma vez estivemos e sabemos que este novo formato pode chegar a mais gente e ao público mais jovem que está a deixar de ver TV. Queremos claramente conquistar essas pessoas e esse caminho está a correr muito bem! O novo genérico, que foi posto nas redes sociais do Imagens de Marca, em poucos dias chegou a praticamente 30 mil pessoas…para nós isto também é um sucesso!

 

E agora, como vai ser o futuro? Que novos desafios se projetam?

O futuro constrói-se no dia a dia. Apanhámos a onda e agora queremos ir com ela para onde nos levar….fazer planos e comunica-los, hoje em dia, é um erro…tudo muda de um dia para o outro e eu prefiro que o nosso futuro se vá fazendo, passo a passo, com sustentabilidade e muita coerência. Sabemos para onde queremos ir e estamos a percorrer esse caminho. Há muito trabalho pela frente…sinto que estamos de novo a começar…mas é cedo para partilhar o que ainda faz parte dos sonhos…. Vamos seguramente continuar a fazer mais no digital e fora do écran de televisão para que mais gente ligue a TV e para que a SIC Notícias continue a ser uma referência por toda a sua programação, mas também pelo Imagens de Marca.

 

Que inovações trouxe 2016 para o imagens de marca?

2016 trouxe tudo de novo. Formato mais dinâmico com menos pivots mas com mais intervenção da apresentadora no conteúdo, mais respiração de todas as histórias que vão para TV, novo genérico criado pela dupla Pedro Pires e Vhils (solid dogma), nova linguagem jornalística com nova edição e captação de imagem, nova série mensal com uma Grande Entrevista conduzida pela autora, diretora e rosto do programa a uma marca (a série I´M a Brand que dá também origem a um livro sobre essa mesma marca numa coleção de livros que o Imagens de Marca quer lançar no futuro), maior aposta no online (site, redes sociais, aplicação para telemóvel que esperamos ter disponível no primeiro semestre do ano) e continuidade de crescimento noutras plataformas para dar cada vez maior dimensão à marca Imagens de Marca.