Heffner coloca Playboy à venda

Depois de em janeiro ter colocado a mansão da Playboy à venda, Hugh Heffner está a explorar a venda da revista Playboy, noticiou o Wall Street Journal (WSJ) com base em fontes próximas do processo.

A decisão surge pouco depois da revista criada por Heffner nos anos 60, e que teve Marilyn Monroe na primeira capa, ter decidido retirar a nudez da publicação e ter apostado no digital. O banco de investimento Moelis & Co. é o assessor financeiro neste processo, noticia o WSJ. O negócio poderá representar um encaixe de 500 milhões de dólares, podendo gerar interesse junto a companhias que poderão usar a marca para licenciamento de produtos.