Pequenos-Almoços no Diário de Notícias – Carat e Nova Expressão

Os “Pequenos-Almoços no Diário de Notícias”, uma iniciativa inovadora levada a cabo pela Global Media Group, tinham como objetivo estreitar os laços entre os profissionais das mais notórias agências de meios e aquela que é a marca de comunicação em maior ascensão no mercado nacional.
Entre cumplicidades cimentadas por várias décadas de trabalho em conjunto, e várias relações profissionais que nasceram neste ambiente informal, os convidados do Diário de Notícias foram presenteados com uma visita à redação do título noticioso de referência em Portugal, com mais de 150 anos de história e consistência como credenciais de peso para suportar esse destaque.

Mais do que um encontro de negócios, estes pequenos-almoços foram uma oportunidade preciosa para criar sinergias entre o Diário de Notícias e estes importantes intervenientes do universo dos media e da comunicação.

Paulo Baldaia recebeu os convidados na redação do jornal, recentemente instalada na nova sede da Global Media Group, nas Torres de Lisboa.

Os convidados partilharam a sua perspectiva profissional e pessoal sobre o Diário de Notícias, e a sua evolução no campo digital. Conheça os testemunhos dos responsáveis pela Carat e pela Nova Expressão

Samuel Godinho
CEO

Nuno Frazão
CEO

O que representa para si a marca Diário de Notícias?

Samuel Godinho
Para mim, é a marca de referência de imprensa em Portugal, pela sua capacidade de desenvolvimento ao longo dos anos, a sua presença, o acompanhamento de várias gerações, para além da minha, em todos os momentos importantes da vida nacional.

Nuno Frazão
Eu coloco o Diário de Notícias em duas dimensões: uma, puramente emocional. O Diário de Notícias foi onde a minha avó começou a trabalhar, há muitos anos, e era também o jornal que o meu avô comprava. É das poucas marcas que se manteve consistente e coerente ao longo do tempo, com as notícias do dia,
a honestidade das notícias que publica assegura que é aquilo que está realmente a acontecer. É uma marca de muita confiança e isso, no jornalismo, é fundamental.

Considera que o site do Diário de Notícias é um bom meio para se manter informado?

Samuel Godinho
É um bom site para nos mantermos informados, um site que teve a capacidade, desde o seu nascimento, de se adaptar e alterar os conteúdos para se manter no topo da atualidade, e que ainda está a fazer o seu caminho. No meu entender, é um ponto relevante da atualidade informativa.

Nuno Frazão
No que diz respeito ao conteúdo é uma boa referência, a sua evolução foi boa desde o passado até à sua versão atual. Como base e, sobretudo, no que diz respeito ao conteúdo é realmente uma referência a ter em conta, ainda com alguns “quilómetros” para percorrer no seu caminho digital.

O Diário de Notícias atingiu a liderança no ranking dos sites de referência. Na sua opinião a que se deve este destaque?

Samuel Godinho
Os números não aparecem por acaso e este é um resultadoda capacidade do Diário de Notícias em perceber a necessidade de reposicionar o seu produto e de lhe dar, no digital, uma consistência que seja condicente com as alterações que foram feitas no papel. Estes números são de facto o espelho deste caminho que o Diário de Notícias encontrou em conjunto com os seus leitores, tanto no papel como online, e que permitem estar na liderança.

Nuno Frazão
Ser líder é ingrato. Os resultados agora apresentados são apenas metade do caminho, porque importa manter a liderança. O desafio reside em identificar os concorrentes que podem até ainda nem estar no mercado e antecipar a estratégia, porque ser líder tem precisamente essa obrigação.

 

Manuel Falcão
General Director

O que representa para si a marca Diário de Notícias?
A marca DN é uma marca com uma história enorme na comunicação em Portugal. É um ponto de contacto incontornável entre os portugueses e a comunicação. Sem marcas fortes da comunicação portuguesa, não há também comunicação das marcas que estão no mercado. Nesse sentido, o Diário de Notícias é um instrumento importantíssimo para que as marcas portuguesas se possam afirmar junto dos seus consumidores.

Considera que o site do Diário de Notícias é um bom meio para se manter informada?
A existência das plataformas digitais nos media, sobretudo nos media que evoluíram do papel para o digital, é um desafio enorme, sendo que no digital há alterações constantes e uma evolução permanente. É preciso acompanhar essa evolução porque os consumidores de informação evoluem, quer do ponto de vista de hardware, quer de software, ao ritmo em que as novidades aparecem. Esse é o desafio do digital e eu penso que o Diário de Notícias nos últimos anos tem estado muito atento a esta particularidade, e tem conseguido evoluir de uma forma consistente para atingir os seus objetivos.

O Diário de Notícias atingiu a liderança no ranking dos sites de referência. Na sua opinião, a que se deve este destaque?
A liderança deve-se à capacidade tecnológica, com a facilidade de acesso, com a capacidade que há de evoluir, de adaptar as plataformas aos desenvolvimentos de hardware, nomeadamente dos dispositivos móveis. É isso que permite que as pessoas visitem o site, e por lá permaneçam o tempo necessário para que esta liderança aconteça.