As nossas futuras casas vão respirar e quem nos diz isso é um carro

Os problemas ambientais são consequência direta da intervenção humana nos diferentes ecossistemas da Terra, causando desequilíbrios no meio ambiente e comprometendo a qualidade de vida. Hoje em dia a população está cada vez mais interessada nos assuntos do ambiente, que relacionam com a noção de qualidade de vida e com as condições dos espaços próximos do local onde vivem.

A pensar no futuro da vida urbana, a MINI, conhecida marca inglesa, apresentou, em parceria com o escritório de arquitetura SO-IL, um espaço criativo e sustentável.

Segundo o artigo da It’s Nice That, publicação que aposta na criatividade, a SO-IL construiu para a MINI uma estrutura chamada “breathe” (respirar), composta por uma estrutura metálica modular coberta por uma camada externa flexível e permeável à luz. Esta camada externa reage organicamente ao meio ambiente e cria uma conexão muito mais profunda entre o habitante, a casa e a natureza. A instalação simula uma variedade de atmosferas através de uma cuidada manipulação de luz, ar e água, garantindo um ambiente altamente sensorial.

Este pequeno espaço vem na sequência do MINI living, um projeto criado pela empresa inglesa que se prende em soluções arquitetónicas para futuros espaços urbanos.