O bom marketing deve ser como comer gelado

O segredo para criar bons conteúdos é fazê-lo como quem saboreia um gelado – esta teoria pode parecer estranha, mas se pensarmos bem, faz todo o sentido.

De acordo com um artigo do Content Marketing Institute, quando desenvolvemos conteúdos apenas a pensar no resultado (clientes, likes, conversões, ou vendas), estes acabam por ficar desprovidos de emoção e assim, não transmitem a mensagem tão eficazmente como pretendíamos. Assim, se procurarmos criar conteúdos como quem desfruta de um gelado, apostando mais no processo, o resultado será proporcionalmente melhor.

Tal como a metáfora do gelado, existem outras práticas que os marketeers mais criativos não dispensam e que têm provado a sua eficácia.

1 – Motivação

Hoje em dia, pela exigência do panorama sócio-económico, muitas companhias estão focadas em obter resultados de forma rápida e barata, procurando para isso uma fórmula facilmente replicável e eficaz para aplicar em qualquer caso. Contudo, cada história tem uma forma para ser contada, sob pena de se tornar banal e igual a tantas outras. Assim, para criar um bom conteúdo, onde a mensagem transpareça de forma clara e forte, é preciso renovar a motivação a cada momento e apreciar o processo como quem saboreia o gelado.

2 – Quantidade ou qualidade?

“Qualidade” será a resposta maioritária a esta questão, que para muitos seria inequívoca. Contudo, num tempo em que a nossa atenção é disputada em tantas frentes, os marketeers devem ter também em conta a “quantidade”. Os leitores e clientes nos nossos dias querem tudo bem feito, sempre. E quando gostam dos conteúdos e produtos de um site, blog ou marca, querem mais. Os melhores marketeers sabem que devem corresponder, sob pena de ter a atenção dos seus clientes atraída por outra marca.

3 – Somos os nossos principais clientes

A empatia é um termo muito discutido em marketing. Uma mensagem, texto ou slogan deve falar diretamente ao coração do público. Mas como pode um marketeer criar um bom conteúdo se não gostar do que escreve? Deste modo, para conseguir bons conteúdos é preciso colocarmo-nos do lado do leitor ou cliente, e escrever de maneira que, quando aquele texto sair, ser exactamente o que gostaríamos de ler, se encontrássemos por acaso o artigo na web.