Fazê-los rir é fazê-los consumir e esta estratégia não é piada

Para tornar a publicidade atrativa um dos pilares mais importantes é a utilização de comédia. Segundo um artigo da AdvertisingAge, os profissionais de marketing têm de perceber e olhar para a estratégia de sucesso que os comediantes utilizam.

Expor algo real é uma das regras utilizadas pelos comediantes ao invés das marcas, que muitas vezes criam algo fictício ou problemas que não existem. Para chamar a atenção das pessoas, é crucial contarmos ou expormos algo verdadeiro.

Algumas estratégias e conselhos dos comediantes:

– Não minta: uma má estratégia é uma mentira. Muitas vezes, os técnicos de marketing tentam extrapolar uma visão que não existe. Mas, quando fazemos isso, é impossível que as equipes criativas façam algo de bom porque não acreditam nisso.

– Não se esforçam em demasia: muitas vezes, tentamos muito fazer uma profunda observação cultural e depois adaptar a marca para poder abordá-la. Quando fazemos isso, estamos a começar mal – fora da nossa marca – e a criar problemas que não existem.

– Faça da verdade um facto surpreendente: os grandes comediantes fazem sentir as pessoas como se estivessem a ouvir algo que sempre conhecemos, mas também a experimentar pela primeira vez – revelando verdades óbvias de maneiras surpreendentes. Quando se encontra uma verdade surpreendente, as pessoas não podem simplesmente arquivá-la. É psicologia. As mentes têm de parar e dar sentido a isso.

– Exponha, não choque: a má comédia usa o choque como narrativa. Muitas vezes, usamos a palavra “tensão” na publicidade. Mas a tensão não é um tom, é uma reação humana. Normalmente não nos lembramos da piada, mas sim da forma como nos sentimos.