RGPD: consumidores ainda não perceberam como é que as marcas usam os seus dados

Um novo estudo, divulgado pelo site Marketing Week, demonstrou que a maioria dos consumidores não percebe como é que as organizações usam os seus dados, apesar das novas leis de RGPD.

Apesar de o RGPD ter entrado em vigor a 25 de maio, segundo este estudo 48% dos consumidores ainda não percebeu onde é que as organizações usam os seus dados. Um número superior ao registado no mesmo estudo, realizado há dois anos, quando era de 31%.

Apenas 7% tem conhecimento de como é que as companhias usam os seus dados, e 45% dizem “perceber mais ou menos”. Mas são menos de um quinto (18%) aqueles que acreditam que as empresas tratam os seus dados pessoais de forma honesta e transparente.

Um terço dos consumidores (29%) disse ter recebido newsletters ou mensagens de marcas sem ter dado permissão, no último mês, enquanto 19% dos inquiridos se recordam de ter recebido comunicações sem dar autorização nos últimos seis meses e 13% admitiram ter sofrido da mesma situação, no último ano. Apenas 17% disseram nunca terem sido contactados por uma marca sem a sua permissão, enquanto outros 17% não têm a certeza.

Estes números demonstram que as marcas e os reguladores precisam de explicar melhor como é que os dados são usados, e o que é que a nova lei de RGPD significa.